segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Estreiou filme maranhense Manoel Bernardino, o Lênin da Matta. Sinônimo de Luta e Resistência de Dom Pedro-MA

O longa-metragem conta com a narração de Zeca Baleiro e fotografia de Murilo Santos.

Quinta-feira 14, às 19h, estreou no Cine Lume, um lançamento da produtora maranhense Lume Filmes. O filme Manoel Bernardino, o Lênin da Matta, da cineasta Rose Panet. O filme traz a história de um líder revolucionário socialista, espírita e vegetariano que, cearense,  migrou para o Maranhão em busca de oportunidades de trabalho. Fixou-se na Mata do Nascimento, hoje Dom Pedro/MA, no início do século passado, onde arregimentou mais de 200 homens para a Coluna Prestes, o maior contingente de sua história. A alcunha de Lenin da Matta lhe foi imposta pelos jornais Diário de São Luís e A Pacotilha.
A sessão de estreia aconteceu quinta-feira (14) para convidados, seguida de debate.
De acordo com  Frederico Machado, cineasta maranhense que está à frente da Lume Filmes, a produção “Manoel Bernardino comprova a delicada direção de Rose Panet e conta com uma bela fotografia de Murilo Santos, montagem arrojada de André Garros, som direto de Ricardo Mansur, trilha sonora original de Joaquim Santos, narração de Zeca Baleiro mais uma equipe de um montão de gente do bem e de talento como Ben Real, Markim Araujo, Guilherme Verde, Mauricio Escobar e Mônica Mello”.  E completa.  “É um filme forte, belo e sensorial. A Lume Filmes mostra com isso sua força realizadora e comprova o talento e esforço de fazer um cinema brasileiro verdadeiro, social e arrojado”, diz o Frederico.
O filme foi produzido com recursos do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual Brasileiro (Prodav), destinado à realização de obras audiovisuais para emissoras públicas de televisão. Já foi exibido na TV Universitária de Pernambuco e deverá ser exibido em breve na TV UFMA (Retransmissora da TV Cultura no Maranhão).
Fonte Portal UOL














Nenhum comentário:

Postar um comentário