quinta-feira, 17 de agosto de 2017

E A REUNIÃO NO SINSERPDOM...

 
Mas vamos às verdades: os membros do sindicato estiveram ontem na prefeitura e se reuniram com os Secretários de Educação e Administração, a Secretária Adjunta de Educação e o Procurador do Município. A prefeitura apresentou as medidas de contenção de despesas, apresentou a evolução da folha de pagamento, e se comprometeu a pagar os salários tão logo tenha dinheiro em caixa.
Disso vem a primeira pergunta: QUAL FOI A PROPOSTA QUE O SINDICATO APRESENTOU? Absolutamente nenhuma! Nem o presidente do sindicato de São Domingos, que agiu como se conhecesse a realidade de Dom Pedro, apresentou proposta! Limitaram-se a falar tudo que a prefeitura já havia dito, na reunião da tarde.
Ainda na prefeitura, Gessildo insistiu pela presença dos secretários e do Procurador. Secretários e procurador afirmaram que não iriam pois não foram convidados, já que todos os outros (vereadores, federação, ministério público), todos foram convidados com pelo menos um dia de antecedência!
Além da Politização da sessão extraordinária, também devemos ressaltar a ótima fala de alguns e também algumas singularidades, como por exemplo: O discurso Populista do Sindicalista Valmir de São Domingos que sem saber o que estava acontecendo, se inflamou de forma espalhafatosa e equivocada, onde a palavra que mais usou foi GREVE, além de outras frases pré prontas que massageiam o ego e arrebanham.
As consequências da reunião, não foram boas para os servidores (meu ponto de vista), onde muitos vão ter que serem remanejados, perderão benefícios, outros serão exonerados por não comparecerem ao serviço (o que é certo), aumento da carga horária, e aposentadoria para os que já tem tempo suficiente de serviço e os que tem acúmulo de cargos também terão que se adequar a lei, inclusive..., enfim, terá uma grande mudança na forma de como vinha sendo administrada a educação.
E no final quem ganhou ou perdeu?
"Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar ou perder, vai ganhar ou perder, vai todo mundo perder." 
                                                        (Dilma Rousseff)
















Nenhum comentário:

Postar um comentário